quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Meus sonhos


Quando eu era mais novo, gostava de pensar que sonhando eu fugiria da realidade e poderia viver num mundo de fantasias. Queria andar de bicicleta sem cair, queria tomar banho de chuva sem adoecer e queria girar olhando pro céu sem ficar tonto.

Imaginar que essas coisas poderiam acontecer parece tão tentador... Esperar que minha vida fosse somente constituída de bons momentos. Ter a falsa idéia de que poderia estar sempre com a sensação de que acabei de comer um doce.

Tudo tão irreal. Bastava acordar para que todos os devaneios e desejos infantis se desfizessem. Por mais fantasioso que seja, todo mundo gostaria de ficar preso num sonho bom. Ou talvez apenas viver bem o suficiente para poder dizer que a vida que se tem é tão boa quanto o sonho de um órfão encontrar uma família que o ame e possa chamar se sua.

Com o passar do tempo, eu devo ter esquecido a fórmula mágica dos bons sonhos. Não consigo sonhar com nuvens de formas divertidas, nas quais eu pudesse dançar e deixar que o tempo parasse sem que eu precisasse me preocupar com o que aconteceria depois.

Mas ainda assim, eu acredito que um dia eu irei dormir tranqüilo e terei mais um intenso e perfeito sonho. E quando eu estiver lá, ocupado nas minhas fantasias, poderei tentar realizar as minhas mais profundas ambições. Até que elas se tornem realidade.

Por fim, eu chegarei ao meu último e definitivo sono. Vou ter liberdade para fazer tudo. Ter cabelos coloridos, asas de passarinho ou os olhos de uma águia caçadora. Dançaria na névoa e me confessaria com as estrelas.

Eu quero... Não, eu desejo que um dia isso se torne real, ou que pelo menos chegue próximo. Mas espero que esse dia demore a chegar. Por mais difícil que o meu existir possa ser, eu amo a minha vida. Amo tudo o que consegui construir desde que me permiti sonhar. E estou orgulhoso por continuar acreditando que enquanto eu possuir grandes amigos do meu lado, não precisarei fechar os olhos para sonhar. Bastará apenas ver o sorriso acolhedor deles parar esquecer meus problemas e assim ter a certeza de que eu só preciso estar ao lado de quem amo para ser feliz e sonhar acordado. Porque melhor que viver uma fantasia irreal sozinho, é estar certo de que com o carinho de um amigo, minhas fantasias, mesmo falsas, terão um sentido maior estando acompanhado.

É como diz a Fergie,"you got me trippin', stumblin', flippin', fumblin'; Clumsy 'cuz I'm fallin' in love". Eu sou novo com esse negócio de namoro e tals, nunca namorei de verdade. Talvez cometa alguns erros, mas não vai ser por querer. E se isso acontecer, vou me empenhar o máximo para não pisar na bola de novo. Mas mesmo sem ter experiência, é óbvio que sei de algumas coisas. Então quem estiver esperando que eu erre em algum ponto, vai se decepcionar hein? UEHAOIUA Ok, ok. Exagerei. Não tem ninguém querendo isso. (?)

Desviando um pouco o assunto (tá tudo tão ligado que isso não faz sentido n-), eu tô me sentindo tão bem com tudo o que me cerca. Nem meu irmonstrinho tá me incomodando mais. Sou bem sortudo por ter os amigos que tenho, e oro a Deus todos os dias agradecendo por eles. *-*

Monólogo, ninguém lê textos assim na net. (?) Melhor terminando por aqui e tals. Amanhã eu posto mais. s-


It's so delicious; it's hot, hot. So delicious *sái dançando*.

2 comentários:

rafa disse...

Tá peeeeerfeito! *-* Nunca fala de mim, mas tanto faz. u-u Eu sei que sou especial mesmo. <3 Beijão, te amo.

Déborah Kerley disse...

muitooo liiindO !!
como ninguem lê?
sendo boom todos lêem!